sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Curtindo a Vida Adoidado...

É, ultimamente o universo tem conspirado pra que eu não produza NADA!
Depois de passar as duas últimas semanas de Julho na casa da minha mãe voltei pra casa e fiquei praticamente uma semana tentando colocar a casa em ordem e as roupas das malas no lugar... não que eu seja tão lerda, mas lembrem que tenho uma filhinha de quase dois anos que cada vez mais toma meu tempo; choveu quase quinze dias sem parar; a gripe suína nos rodeava e meu marido ficou tão neurótico que não me deixou nem chamar a diarista pra me ajudar porque tinha medo de trazer o vírus pra dentro de casa.
Pois bem, coloquei a casa em ordem, desfiz as malas e fui costurar...
comecei arrumando uma blusa do maridão que posto logo logo e fui começar uma bolsa de yoga, que é encomenda (isto se a pessoa que encomendou há dois séculos atrás ainda quiser!), e eis que minha máquina começou a fazer um monte de nozeira atrás da costura, tentei regular de todo jeito mas não deu outra, lá se vai a máquina pro conserto onde ficou uns dez dias pra ser regulada.
Quando a máquina voltou meu marido resolveu viajar denovo, uma semana entre Minas e Goiânia, e eu como tenho sérios problemas de ficar sozinha, lá fui fazer as malas minhas e da Florinha para ficar na casa das minhas irmãs.
Mais uma semana em casa e a máquina de costura continuou dentro da caixa do mesmo jeito que voltou da regulagem... ou vocês acham que a gente volta pra casa e se acha logo? Eu fico que nem barata tonta, perdida dentro da minha própria casa... isto que nesta semana tivemos a ilustre e feliz presença da Conceição, nossa diarista, que já não vinha a tanto tempo que a Florinha estava chamando ela de "Com licença"... demos muita risada...
E agora vocês, caros leitores, devem estar pensando... então tá, agora ela está em casa e tudo já voltou ao normal e ela finalmente voltará à sua vida normal...
Ledo engano, estou postando da casa das minhas irmãs denovo, meu marido teve mais uma folga na orquestra em que ele toca e já foi pra estrada novamente, foi visitar escolas de música em Joinville e Florianópolis. Estou me sentindo uma "mulher de caminhoneiro", sabe aquelas que vêem o marido duas vezes ao mês?... hahahha... e o pior de tudo é que ainda por cima não tenho coragem de ficar em casa sozinha, então se o marido sai de casa lá vou eu pra casa das minhas irmãs também...
Mas se é assim que o vento sopra, vou erguer minha vela e deixar que ele me leve como quiser, estamos em setembro e não tem mês mais tranquilo e mais lindo... a primavera chegando, daqui uns dias faço 34... deixa a vida me levar!

4 comentários:

tia ionca @---;--- disse...

Tudo bem, eu espero sou igual à vc deixa à vida me levar !!!bjs tia ionca

Gina disse...

Bárbara,
Estou aqui me apresentando, muito prazer!
Sou amiga virtual da Kátia e estou esperando ansiosamente para conhecê-la no encontro de blogueiras. Ela me falou que você talvez vá, ficarei feliz com a sua presença também.
Você não imagina o tempo que fiquei navegando pelo blog. Quanta coisa bonita e útil você faz.
Já descobri afinidades, Adoro cantar e meu filho é músico. Não posso ver uma clave de sol, que logo faço associação com ele.
Bjs.

Larissa disse...

Bom dia!!! Que bom que gostou do meu blog... mulher, como vc é versátil? Tem vários blogs, eu não sabia!!!!
Correndo as páginas desse aqui, fiquei encantada pelo "porta limas" que vc fez para seu marido e é mais ou menos um desse que estou precisando para guardar as facas que eu levo para faculdade. Vc já fez algum para essa finalidade? Se não fez, será que poderia criar um para mim e me dizer quanto custaria? Se puder envie mais detalhes para o meu e-mail baguncanacozinha@gmail.com
Bjs e obrigada!

Colares de Frida disse...

Oi lindona!! Outro dia vi toda família passando em frente a escola...ô saudade de uma prosa mulé! E que delícia andar de bicicleta assim, ainda mais com um solzinho, hummm
bjão